agosto 15, 2022

Rock Blues Brasil

Aqui você fica sabendo de tudo que acontece no cenário independente mundial!

Madame Ralph lança o seu segundo single: “Juiz”

Madame Ralph é o eu lírico de Ralph Holzmann, compositor de Resende, RJ. Com músicas escritas entre 2017 e 2019, o artista lança seu primeiro EP, “A Extraordinária Destruição do Lugar Seguro”, com 06 canções. As faixas buscam referências no indie rock contemporâneo (Arcade Fire, Deerhunter, Radiohead) e no tropicalismo dos Mutantes.

O single “Juiz”, lançado no dia 02 de Julho que tematiza a angústia existencial experienciada pelo compositor durante um período onde viveu sucessivas crises de pânico. Centrada na confusão entre a repressiva angústia da morte e a explosiva alegria da vida, a canção narra os diálogos internos da relação do sujeito lírico com seu super-ego, como no trecho “Se meu amor é tudo de mim, de quem é a raiva, o luto e a baixeza?".

As temáticas do EP surgem do sofrimento com os cenários apocalípticos de esgotamento da vida humana na Terra, seja pela insustentabilidade do conflito violento das relações sociais ou pela destruição irremediável do planeta.

Fruto de esforço colaborativo durante a pandemia, o trabalho foi gravado parcialmente no apartamento do artista e presencialmente no estúdio Wah Wah, em São Paulo, com produção assinada por Michel Kuaker, produtor de artistas do cenário alternativo como Tape e Scandurra, Lobotomia, CPM 22, Supla, Vespas Mandarinas.

Os arranjos do EP foram construídos em colaboração com diferentes artistas. Somando-se à banda principal, composta por Fellipe Marques Preto (bateria) e Iago Sant’Anna (baixo), participaram Edu Nader (bateria) e Malu Rocha (vocais), pais de Ralph; Pedro Toledo, que escreveu os arranjos de naipes de metais gravados pela Banda Paralela; Midori Tavares, com um arranjo de teclado, e Michel Kuaker e Johnny Monster, que assumiram os arranjos e gravações das guitarras.

Além de Madame Ralph como vocalista e guitarrista, o arranjo de “Juiz” conta com Edu Nader (bateria), Malu Rocha (vocais), Michel Kuaker (baixo) e Johnny Monster (guitarras adicionais).