fbpx
maio 17, 2022

Rock Blues Brasil

Aqui você fica sabendo de tudo que acontece no cenário independente mundial!

O Rock Blues Brasil entrevistou o cantor, compositor e produtor americano Zack Tomasko

O Rock Blues Brasil entrevistou Zack Tomasko, cantor, compositor e produtor americano que acaba de lançar o álbum “There Used to Be a Future, For Now Here’s Zack Tomasko"?

RBB: Como foi o processo criativo de seu novo álbum “There Used to Be a Future, For Now Here’s Zack Tomasko"?

ZT: Fiz do meu processo criativo o meu principal modo de operação. Tento permanecer nessa área de forma consistente e trabalhei 26/9 para tornar a composição de músicas em primeira instância. Eu escrevo o tempo todo e tenho a sorte de que muitas das palavras vêm com a música quando algo bom fica na minha cabeça. Eu adoro brincar com a linguagem, mas às vezes me sento e faço músicas inteiras sem ter ideia de como serão as palavras. Realmente vai de qualquer maneira, eu só tenho que estar lá e pronto para pegá-lo. O aspecto lounge neste álbum foi muito influenciado pelos últimos dois anos. Eu não queria entrar com força bruta na cabeça de ninguém, eu sentia que a maioria das pessoas, como eu, ainda estava girando tentando descobrir para onde suas vidas foram. Eu queria que fosse suave e reconfortante. Eu queria fazer um cobertor que ensinasse como ficar aquecido sem ele.

RBB: Onde e como foi gravado e mixado “There Used to Be a Future, For Now Here’s Zack Tomasko"?

ZT: Eu faço tudo no meu estúdio no porão. Eu sou a única pessoa na gravação, desde a escrita até o design da arte. Eu amo construir diferentes “bandas” para cada gênero. Gosto de criar o espaço para “eles” se apresentarem. Eu uso isso entre aspas porque parece bobo dizer. Estou efetivamente falando apenas sobre mim, embora realmente pareça que você é de alguma forma diferente quando atua como o baixista, o arranjador de trompetes ou o cantor. É menos como usar um chapéu e mais como usar a máscara do filme de Jim Carrey. Alguém me pare.

RBB: Desde o lançamento de “What You Hold Sacred Is Holding You Down" até “There Used to Be a Future, For Now Here’s Zack Tomasko" o que mudou?

ZT: “What You Hold Sacred” na verdade foi lançado por volta de 2015. A versão no Spotify foi praticamente remasterizada. Quando foi lançado, eu acho que por volta de 20/21, algumas das músicas foram escritas quando eu tinha 16 anos, e ainda tenho muito orgulho de muitas delas. Principalmente das letras e da estrutura. Existem algumas bases realmente sólidas na minha opinião. Nem todos as músicas foram lançadas, mas eu gravei centenas de músicas desde então e escrevi muito mais, então tenho afiado a faca. Tentei mergulhar mais fundo, resolver os problemas que encontrei no primeiro álbum, talvez ficar um pouco menos inebriante com o que estava tentando fazer simplesmente para torná-lo mais acessível. Eu acredito que os dois são muito representativos de onde eu estava então, onde estou agora, e espero que juntos ilustrem claramente que vou apenas empurrar isso mais longe. Tenho apenas 26 anos, mas eu e o mundo somos muito antigos. Espero mostrar às pessoas como elas já são fortes.

Curta agora a música “Nowhere, Always” de Zack Tomasko.